sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Diário de um Transplante - um ponto de vista que partilho

Este é um blogue que eu acompanho desde o íncio, conheci a Sandra Oliveira por outras andanças, mas desde que soube da noticia do seu filho que não pude ficar indiferente e acompanhei o caso.

Normalmente dou uma vista de olhos quando posso e "as dores não me assistem" (como diz o outro) e hoje de manha dei com este texto, o qual eu partilho a opinião dela, mas tal como ela, são apenas opiniões, se todos tivessemos a mesmo, deixavam de o ser e passavam a ser uma concordância.

Bom Fim de Semana!

"Tem andado pelo Facebook um pedido de partilha para criarem uma barbie careca para os meninos com cancro.
Pois bem, nem é meu hábito criticar e muito menos comentar este tipo de iniciativas, se concordo partilho se não, não partilho. Mas esta estava a dar-me uma certa "comichão".
Como mãe de um menino com leucemia, posso garantir que a última coisa que algum dia me passou pela cabeça foi diferenciar o meu filho das restantes crianças e o meu João desde o primeiro dia de IPO sempre disse que não queria que o tratassem de maneira diferente.
A situação de alopecia é passageira, qualquer que seja o resultado dos tratamentos.
Acho muito mais importante explicar bem o porquê da queda do cabelo e não fazer disso um drama, pelo contrário, fazer uma festa.
Nós fizemos uma festa de corte de cabelo e o João nunca se sentiu diferente ou inferior a qualquer pessoa por ser careca nem sequer sentiu que o discriminassem por causa disso,incomoda-o muito mais andar de máscara na rua.
Bem sei que com as raparigas é diferente, mas fazer disso um drama só acrescenta mais stress a uma situação já de si muito má.
A forma como os nossos filhos encaram a doença faz toda a diferença e desdramatizar é o melhor que se pode e deve fazer.
Como costumo dizer ao João, ele teve/tem leucemia mas ela nunca nos teve a nós e nunca vai ter porque nós somos mais fortes."


IN: Medula para o João - Diário de um Transplante

Sem comentários:

Publicar um comentário